sexta-feira, 24 de abril de 2009

Mateus & Cristiano - Se É Pra Falar De Amor

Se é pra falar de amor eu sou mesmo assim
Descomplicado, um completo exagerado
Do início até o fim
Se é pra falar de amor, não tenho preconceito
Apaixonado, sem limite, alucinado
Eu sou desse jeito

Tudo isso faço pra te ver sorrir
Na hora do prazer só você me faz feliz

Você é uma deusa de mulher
Em nome do amor, eu faço o que você quiser

Se é pra falar de amor, se é pra morrer de amor
Eu rasgo o meu peito, eu faço do seu jeito
Só pra te ver pedindo bis
Se é pra falar de amor, se é pra morrer de amor
Eu saio do limite, amor, acredite, só pra te fazer
feliz
Se é pra falar de amor

Você é uma deusa de mulher
Em nome do amor, eu faço o que você quiser

Se é pra falar de amor, se é pra morrer de amor
Eu rasgo o meu peito, eu faço do seu jeito
Só pra te ver pedindo bis
Se é pra falar de amor, se é pra morrer de amor
Eu saio do limite, amor, acredite, só pra te fazer
feliz

Se é pra falar de amor, pra morrer de amor
Eu rasgo o meu peito, eu faço do seu jeito
Só pra te ver pedindo bis
Se é pra falar de amor, se é pra morrer de amor
Eu saio do limite, amor, acredite, só pra te fazer
feliz

Se é pra falar de amor

Insegurança

Essa noite eu notei que você demorou pra dormir
Caminhou pela casa ligou a tv eu ouvi
Você sussurando chorando baixinho pra não me acordar
Se tiver precisando de amigo pra desabafar
Se for alguma coisa comigo vamos conversar
Eu não quero correr o perigo de um dia você me deixar
Escolhi você pra ser minha mulher
E sou tão fiel a nossa relação
Pelo amor de Deus se for insegurança tira do teu
coração

Já é tarde vamos nos deitar
Se quiser conversar na nossa cama
Porque sei que tudo isso passa você me abraça e a gente se ama
Eu não vou te trair com ninguém meu amor você tem
minha palavra
Porque tudo que um homem precisa eu tenho em casa.

Decida

Sente aqui comigo no sofá
E vamos conversar
é hora de abrir o jogo

Nosso amor está indo
Água a baixo
se deixar vira relacho
Temporal apaga o fogo
Porque você não olha nos meus olhos
Seus beijos não tem o mesmo sabor
o seu carinho não me faz durmir
nem sua quando a gente faz amor
Você só vai tomar banho sozinha
Na hora do Jantar me diz que já comeu
Não vê novela e nem liga o som
Me diz que não tem nada bom que satisfaça o ego seu
Você se esqueceu que dentro desta casa eu existo
Que em 82 casou comigo
Por isso exigo uma explicação
Se sou que te encomoda pra te fazer feliz fiz o que pude
Más o incomodado é que se mude
Você quem vai tomar a decisão
Decida
Se vai embora ou ficar comigo
Se vai me respeitar como Marido pois desse jeito não estou aguentando
Decida
Ou para de uma vez com esse delirio
talvez você precise usar Colirío para enchergar o quanto ainda te amo

A Carta

Estou escrevendo esta carta meio aos prantos
ando meio pelos cantos
pois nao encontrei coragem
de encarar o teu olhar
está fazendo algum tempo
que uma coisa aqui por dentro
despertou e é tão forte que eu nao pude te contar

quando voce ler
eu vou estar bem longe
nao me julgue tao covarde
só nao quiz te ver chorar
perdão amiga são coisas que acontecem
de um beijo nos meninos
pois eu nao vou mais voltar

como eu poderia dar a ela esta carta
como eu vou deixar
pra sempre aquela casa
se eu ja sou feliz
se eu ja tenho amor
se eu ja vivo em paz
e por isso decidi
que eu vou ficar com ela
a minha passagem por favor cancela
vá sozinha náo vou mais

quando cheguei no portao da minha casa
como se eu tivesse asas
me senti igual criança
deu vontade de voar
quase entrei pela janela
minha esposa ali tao bela
dei um forte e longo abraço
e começei a chorar
e com as lagrimas as palavras vinham
e rolavam como pedras
e ela so a me escutar
ao enxugar minhas lagrimas com beijos
revelou que ja sabia
mas iria perdoar

como eu poderia...